Como posso imprimir páginas do website Cavernoma Portugal?

Definição 

O que é o cavernoma cerebral?

  1.  O cavernoma é uma malformação cavernosa cerebral dos vasos sanguíneos (CCM), também conhecido como angioma cavernoso. 

  2. Os cavernomas localizam-se, sobretudo, no cérebro e na medula óssea.
  3.  O cavernoma é um tumor benigno e é muito parecido com o aspeto de uma framboesa.

  4. O cavernoma pode medir alguns milímetros até vários centímetros.
  5. A maioria das pessoas não apresenta sintomas - são conhecidos como cavernomas assintomáticos.
  6. O tumor é causado pela acumulação anormal e excessiva de sangue nos vasos sanguíneos.
  7. Um cavernoma pode crescer e sangrar em qualquer idade, inclusive em crianças pequenas, quando os sintomas normalmente se tornam mais graves.
  8. Também podem aparecer em outras partes do corpo, e nestes casos, chamam-se hemangiomas.
  9. O hemangioma pode surgir em diversos locais do corpo, mas o mais comum é na pele junto dos olhos, na face, no lábio, etc.
  10. A maioria das pessoas com cavernomas não apresenta quaisquer sintomas, e neste caso, são conhecidos como cavernomas assintomáticos.
  11. Como são cavernomas assintomáticos, a maior parte das pessoas não sabe que tem cavernomas.
  12. Calcula-se que uma em cerca de seiscentas pessoas tem cavernomas assintomáticos. Os cavernomas podem-se tornar sintomáticos, em qualquer idade, mas o que estatisticamente é mais frequente é na faixa etária dos 20 aos 40 anos.
  13.  Em cada grupo de 500 pessoas, é muito provável que uma delas tenha uma malformação cavernosa no cérebro, mas a maioria das pessoas não tem sintomas.
  14.  Em Portugal, ainda não é possível quantificar quantos cavernomas são diagnosticados por ano.

  15. A título de exemplo, no Reino Unido, anualmente, são diagnosticadas cerca de 160 pessoas com cavernomas sintomáticos.

  16.   Ao aumentar de tamanho, o cavernoma pode sangrar, o que pode acontecer em qualquer idade, mesmo em crianças. 

  17.  O sintoma mais comum de que o cavernoma aumentou é a pessoa ter uma convulsão, o que acontece em cerca de 50% dos casos.

  18. A hemorragia é responsável por 25% dos casos e o défice neurológico também, ou seja, em  25% dos casos.

  19. O paciente também pode sentir fraqueza nos membros e ficar com visão turva. 

  20.  Os cavernomas são hereditários em cerca de 25-30% das pessoas, depois de diagnóstico feito e testes genéticos.

  21. O primeiro sintoma mais comum é convulsão (50%), seguido por hemorragia (25%) e défice neurológicos (25%) como visão turva e fraqueza nos membros
  22. Os cavernomas hereditários são conhecidos como cavernomas familiares ou hereditários.
  23. Os cavernomas familiares manifestam-se em idades mais precoces.

  24.  As pessoas com cavernomas hereditários, normalmente,  têm mais do que um cavernoma. E geralmente desenvolvem-se mais cavernomas ao longo da vida.

  25.  Os cavernomas hereditários podem ser causados por ocorrência de uma mutação em qualquer um dos três genes: CCM1, CCM2 e CCM3. 

  26. Os cavernomas são hereditários em cerca de 25-30% das pessoas que têm a doença. Estes são conhecidos como cavernomas familiares e tendem-se a formar em idades mais precoces.
  27. A forma hereditária (familiar) do cavernoma não salta gerações. 
  28. Cada filho de uma pessoa com cavernomas tem cerca de 50% de probabilidade de ter igualmente um cavernoma.
  29. As pessoas com cavernomas não hereditários, ou seja, com cavernomas esporádicos têm normalmente apenas um cavernoma.

  30.  O tratamento de cavernomas consiste apenas no controlo de sintomas, através da ingestão de os mesmos medicamentos que são prescritos para pessoas com Epilepsia, para evitar convulsões e ataques epiléticos.

  31. Ainda não há medicamentos exclusivamente fabricados para cavernomas, ou seja, para debelar as consequências de uma cavernomatose.

  32.  Se os sintomas forem graves e o risco de sangramento for considerado alto, o neurocirurgião  pode recomendar cirurgia para remover o cavernoma. 

  33. Os cavernomas podem se tornar sintomáticos em qualquer idade, sendo mais quando uma pessoa tem entre 20 e 40 anos. Todos os anos cerca de 160 pessoas no Reino Unido são diagnosticadas com cavernomas sintomáticos.
  34. As pessoas com cavernomas hereditários provavelmente terão mais de um cavernoma e mais se desenvolverão com o tempo. As pessoas com cavernomas não hereditários (conhecida como cavernoma esporádico) normalmente têm apenas um cavernoma.Os cavernomas hereditários podem ser causados por uma mutação em qualquer um dos três genes: CCM1, CCM2 e CCM3.
  35. Os tratamentos do cavernomas são feitos em função dos sintomas, como por exemplo, com medicamentos antiepiléticos para convulsões e Epilepsia.
  36. No entanto, se os sintomas forem graves ou se o risco de sangramento for considerado alto, um médico pode recomendar cirurgia para remover o cavernoma ou pode tratar o cavernoma através de radiocirurgia estereostáxica para eletrocutá-lo com radiação.

Nota - Os vídeos são propriedade da Aliança Brasileira e reproduzidos com a sua autorização.